COMECE A MEDITAR HOJE!

0
Foto: (ShutterStock.com)

Saiba quais são os benefícios que a meditação traz para sua saúde

Você sabia que meditar, pode trazer melhoras para a sua saúde, como prorrogar o envelhecimento, aguçar a memória, diminuir dores crônicas, reduzir insônia, aumentar a produtividade no trabalho, entre outros milhares de pontos positivos?

Pois é, segundo recente pesquisa realizada na Universidade de Wisconsin – e pelo neurocientista alemão Wolf Singer, a técnica traz diversos benefícios para o seu bem estar, pois é uma excelente ferramenta de equilíbrio entre a ciência moderna e os conhecimentos milenares.

Pensando nisso, o livro, “Cérebro e Meditação“, da Editora Alaúde, escrito pelo monge francês Matthieu Ricard – considerado o homem mais feliz do mundo- lista e benefícios que essa técnica milenar traz para sua saúde. Confira:

  1. Para regular suas emoções e em vez deser escravo delas:

“Sabemos que a mente pode ser nossa melhor amiga ou nossa pior inimiga”, explica Matthieu. A meditação permite que você saiba distinguir seu estado mental e aproveitar o melhor dele, controlando o seu lado negativo. Por exemplo, a cólera possui aspectos positivos que podem ser administrados por quem a sente: a atenção, a lucidez evocada por situações que te deixam indignado. Isso diminui o sofrimento que essas emoções podem provocar.

  1. Foco:

“Quem medita pode manter sua atenção a um nível ideal durante períodos relativamente longos (…) mesmo após quarenta e cinco minutos”, diz o escritor. Ao se concentrar em sons, na respiração, em um objeto específico, criando um fluxo de atenção. Paradoxalmente, essa capacidade é mais ativada nos praticantes iniciantes.

  1. Melhorar seu estado de consciência:

“É inútil tentar bloquear os pensamentos que estão na sua cabeça (…) Meditar se trata de impedir que esses pensamentos invadam nosso espírito”, observa o estudioso. Ou seja, esse trabalho interior permite que você se apegue ao que você escolhe como sentimentos de empatia e compaixão.

  1. Desenvolver a compaixão:

A meditação aumenta a sensibilidade em relação ao outro. De acordo com um estudo feito pelo Instituto Max-Planck (Alemanha), dirigido por Wolf Singer, os burn-outs são um resultado do desgaste emocional causado graças à “fadiga da empatia”. Portanto, trabalhar a compaixão pode ser uma forma de combatê-los.

  1. Manter um fluxo positivo durante o sono:

Aqueles já habituados a meditar mostram um crescimento de ondas gama que se mantém mesmo enquanto dorme, em uma intensidade proporcional ao número de horas que passam meditando.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here