Da redação         Imagens: Shutterstock.com

Ela te surpreende: sempre surge “do nada” e não tem hora nem lugar para aparecer. Te paralisa de um modo impossível de ignorar: ela é a câimbra, tão incômoda e dolorosa. A causa desta dor é uma contração involuntária de um músculo ou grupo muscular. A população está sujeita aos espasmos, mas é muito mais comum em idosos, gestantes, pessoas com doenças neuromotoras e, principalmente, esportistas.

A fisioterapeuta Mônica Riveiro recomenda a suspensão de atividades físicas durante os sinais de cãibra. “Ao primeiro sinal de um espasmo muscular deve-se suspender a atividade física ou o movimento que está realizando, alongar e massagear a área afetada”. Também é importante hidratar-se, pois a fisioterapeuta alerta que a perda de líquido é a principal causa de cãibra entre os esportistas.

Outras causas apontadas são: fadiga muscular, exercício intenso, gravidez, doenças endócrinas (hipotireoidismo, diabetes), desidratação, esgotamento de reservas de magnésio e cálcio, consumo de alguns medicamentos, cirrose e enfermidades vasculares.

Para prevenir as dolorosas cãibras, um aquecimento antes do exercício físico é muito indicado. A nutricionista Camila Gomes recomenda a suplementação de nutrientes: “Para prevenir as cãibras, alguns alimentos ricos em tianina, potássio, magnésio e cálcio são essenciais na dieta do esportista”.

Veja também