Texto: Tatiana Rudigher
Foto: Divulgação

Sons de castanholas, saias dançantes, baile com abanicos, palmas ditando o compasso da música… A dança flamenca é nova ou diferente para muitas mulheres, mas na verdade ela tem muita história e fortes raízes culturais. A modalidade envolve movimentos corporais, sapateado, uso de objetos e canto em uma arte intensa e muito sensual.

Originária da Andaluzia, no sul da Espanha, o flamenco tornou-se um dos ícones da música espanhola. Aqui no Brasil, já tem muita gente que pratica em vários cantos do país.

Não é novidade que danças de diversos estilos fazem bem ao corpo e à mente. Além de ser uma atividade física que trabalha vários aspectos corporais, tem um enorme poder sobre o emocional e para a autoestima, buscando o autoconhecimento e a percepção musical e corporal.

Que tal você experimentá-la?

O Flamenco apura a musicalidade, trabalhando com o ritmo, a marcação, o canto, as palmas e as melodias. A música interage com a dança de forma inseparável através das coreografias, passos, palmas e expressões.

Os movimentos exigidos na dança fortalecem intensamente os músculos das pernas e braços. No sapateado, coxas e glúteos. Além da flexibilidade e da elasticidade exigidas nas coreografias, a dança exige uma posição ereta, auxiliando na correção de problemas de postura, fortalecendo gradativamente as musculaturas abdominais e das costas.

A atenção aos movimentos de várias partes do corpo, as expressões faciais exigidas, a postura e a interiorização da música expressa em coreografias são exercícios de consciência corporal e ajudam a conhecer melhor as possibilidades do corpo, além de estimular a coordenação motora.

A modalidade é uma arte muito integrada à música sendo fundamental o tempo todo ouvir atentamente o compasso e isso ajuda na concentração. Por ter uma gama grande de ritmos e estilos musicais, podemos expressar emoções, como a tristeza ou alegria.

Além de ser um espetáculo intenso e de muita beleza, ainda há as roupas, acessórios e maquiagens extravagantes e sensuais. Toda essa busca pela elegância facilmente influencia a autoestima.

Com tantos exercícios para o corpo e a mente, a dança Flamenca ainda queima as gordurinhas: cerca de 300 calorias por aula. Adelante y arriba!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here