A quantidade e qualidade do que comemos pode ser influenciada pela nossa companhia

Por: Letícia Ferreira      Foto: Shutterstock.com

Comer rodeado de amigos ou parentes, sempre é mais prazeroso. Seja pelo bom papo ou pelas dicas e sugestões de pratos. De acordo com pesquisa realizada pela Associação Americana do Coração, comer desacompanhado pode ser uma boa para a perda de peso. Na pesquisa, realizada com 150 pessoas focadas na perda de peso, todos comeram mais quando estavam acompanhados.

Existem outros fatores que influenciam ou não este resultado. Afinal, é comum que pessoas que morem sozinhas alimentem-se mal, alegando preguiça de cozinhar porções individuais ou comprar produtos perecíveis em pequenas quantidades. “O conceito de mindfulness eating, que pode ser traduzido como ‘capacidade de se lembrar’, ressalta que devemos estar focados, atentos ao que comemos e observar os sinais do corpo para não misturar, por exemplo, ansiedade e fome”, segundo a nutricionista Silvia Ferolla, doutora em Ciências Aplicadas à Saúde do Adulto pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

A quantidade e qualidade do que comemos pode sim ser influenciada por hábitos ou padrões alimentares de quem come conosco se não tivermos disciplina e atenção na hora da refeição. “É só planejar o almoço para cada dia e seguir o cronograma à risca, não importa qual seja a companhia”, orienta Sílvia Ferolla.

Para manter a disciplina, independente da companhia, a nutricionista listou três dicas importantes:

1) Planeje com antecedência a alimentação da semana.

2) Fique sempre atento aos sinais do seu organismo: realmente estou com fome ou com sede? Preciso comer em maior quantidade?

3) Se você for comer em restaurantes com amigos, leia sempre as opções do cardápio e faça escolhas inteligentes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here