Seja culpa dos hormônios ou dos parceiros, saiba como ter uma relação sem dor

Por: Letícia Ferreira      Foto: Shutterstock.com

O sexo deve ser um momento de prazer e satisfação para ambos os lados. Se ocorre dores durante a penetração, algo está errado, e nós saberemos o que é! Existem tratamentos e opções para amenizar este transtorno.

Alguns hormônios locais ou lubrificantes são indicados pelos ginecologistas e colaboram para uma melhora na dor. Outra saída é a Fisioterapia Pélvica! É o que explica a fisioterapeuta uroginecológica, Débora Pádua: Muitas mulheres continuam a sentir dor e pensam que é algo “normal” pela idade e que a vida sexual pode se encerrar. Isso é um engano já que não existe uma idade limite para se ter uma vida sexual saudável e ativa, para isso a Fisioterapia Pélvica pode ajudar neste transtorno. Com técnicas específicas como massagem perineal, eletroestimulação intracavitária, exercícios pélvicos ajudam a melhorar a flexibilidade, hidratação e redução da dor na relação ou mesmo para realizar exames ginecológicos”.

As sessões são realizadas semanalmente e a taxa de sucesso do tratamento é entre 70 a 100%. “Sexo deve ser sinônimo de prazer e nunca de dor mesmo estando na menopausa!”, finaliza a especialista que em 2014 inaugurou em SP a 1º Clínica de Fisioterapia Especialista em Dor na Relação Sexual. O espaço, que leva seu nome, faz atendimento exclusivo a mulheres que tem dificuldade na penetração sem a presença de dor ou mesmo as que não conseguem ter nenhum tipo de penetração.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here