Ana Masseo, paisagista especializada em jardins verticais

Fotos: Camila de Oliveira

Conheça a tendência dos Jardins Verticais e aprenda importantes dicas para montar o seu; Ana Masseo, paisagista e engenheira agrônoma, fala sobre cuidados necessários e tipos de plantas ideais para cada cenário.

Você sabe o que são os jardins verticais? Se não, prepare-se para conhecer a principal tendência de decoração de casas e apartamentos. Se já sabe, então é hora de conhecer as melhores dicas para desenvolver o seu e criar um “oásis” campestre e reconfortante em meio ao agito urbano do dia a dia. 

Os jardins verticais são formados por uma estrutura que permite infinitas possibilidades de combinações de plantas, fixadas em muros ou suspensas por suportes instalados na vertical, criando assim painéis verdes com plantas diversas e/ou em suportes espaçados, sem que haja separação entre elas. Os formatos do jardim podem ser variados e se adéquam ao gosto de cada pessoa e ao estilo de cada residência.

E o melhor: os jardins suspensos permitem esse ambiente belo e natural próximo aos moradores da casa, o que torna esta nova tendência diferenciada em relação aos jardins tradicionais. No passado, somente quem morava em grandes casas conseguia ter jardim, porém cuidado por um encarregado e localizado distante dos demais ambientes da casa.

Então, curtiu e quer algumas dicas para desenvolver o seu?

Então vamos lá! Conheça as dicas da entrevistada Ana Masseo, paisagista especialista em jardins verticais.

Como deixar o espaço aconchegante  

“Cores, tipos de folhas, aromas, texturas entre outras características devem ser observadas para melhor aproveitamento do espaço. Os jardins verticais podem prolongar e aumentar a sensação de aconchego e leveza, e é ideal montar em pequenas áreas, porque ocupa apenas o espaço da parede, não tendo necessidade de ter um ambiente só para a criação de um jardim”.

Sintonia, harmonia e relaxamento

“Para atingir o objetivo de se sentir relaxada com um jardim vertical, é fundamental que a escolha das plantas seja feita de forma correta para que haja a sintonia perfeita, por isso o planejamento deve levar em consideração o porte dos vasos, a quantidade de substrato, a insolação e o microclima. O substrato é um fator a ser observado, pois ele garantirá o fornecimento de nutrientes e como consequência, um maior embelezamento das plantas. Ele deve ser reaplicado periodicamente para garantir uma boa adubação. É também de suma importância que o sistema de drenagem esteja funcionando perfeitamente. Para garantir que tudo está correto, é necessário contar com a expertise de um paisagista profissional, que fará todo o tipo de trabalho, criando harmonia entre as plantas e o lar”.

Irrigação

“Se o jardim vertical for de área ensolarada, é importante prever um horário diário para a rega ou, se possível, considerar um sistema de irrigação que facilita a preservação das áreas verdes. Em áreas sombreadas, a necessidade de rega é menor e não compromete tanto a sua manutenção. De modo geral, as regas devem ser antes das 10h e após as 16h, mas nunca após o pôr do sol, para evitar o surgimento de fungos e bactérias”.

Como escolher as plantas

“As plantas mais adequadas para áreas de sombra são a Samambaia, Asplênio, Peperômia, Chifre de Veado, Bromélias, Columéia, Singônio e as para áreas de sol pleno são Aspargo Pluma, Russelia, Lambari, Trapoeraba, Orégano, Barba de Serpente e Brilhantina. O importante em se ter um jardim vertical é deixá-lo de forma mais natural possível, pois as flores vão mudando de acordo com as estações do ano”.

Sobre os Jardins da Ana

Ana Masseo, paisagista especializada em jardins verticais

Formada em Engenharia Agronômica pela Universidade de Alfenas-MG, Ana Masseo se apaixonou por jardinagem e paisagismo quando foi convidada para fazer a reforma dos jardins do Museu do Folclore, em São José dos Campos, em 1997. Desde então, decidiu se especializar na área, criando Os Jardins da Ana.

Há mais de 20 anos no ramo, Ana Masseo possui ampla variedade de estilos: tropical, contemporâneo, árido, oriental ou clássico.

Ana Masseo oferece também atividades especiais e temáticas: oficinas de verão, amor de carnaval, ressaca de carnaval, bloco da coleta, fábrica de água, serenata de amor, especial inverno, especial festa junina e especial de Natal. A paisagista atende em São Paulo e Vale do Paraíba.