Trocar ou não de carro? Festa de casamento ou viagem de lua de mel? Optar por qual vaga de emprego? Algumas decisões são muito complicadas e tornam-se um verdadeiro pesadelo. Por conta disso, muita gente as evitam: optam por simplesmente adiar seus posicionamentos para fugir de dilemas que deveriam ser positivos.

Colocar os prós e contras na balança talvez não seja tão fácil quanto parece. “Nós ficamos num conflito do nosso lado emocional com o lado racional. O nosso lado emocional procura o que é o mais desejado para nós, mas o racional busca o que é mais importante para nós”, esclarece psicoterapeuta e líder-coach Maura de Albanesi.

A dica para livar-se de dilemas é confrontar apenas os pontos positivos. Esqueça perguntas como “O que pode dar errado?” e opte por questionamentos positivos como “O que há de bom nisso?”. Segundo Maura, isso torna as decisões mais fáceis: “A decisão estará em cima de ganhos, e não das perdas. Isso é essencial, porque o ser humano odeia perder. Quando eu levo em consideração os pontos negativos, eu vou ver que posso perder o que tenho hoje na busca por algo melhor, e essa é minha zona de conforto”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here