ENTENDA COMO CONCILIAR SEU RELACIONAMENTO COM AS REDES SOCIAIS

0
Foto: (ShutterStock.com)

 

Na era do Facebook, Whatsapp e afins, está cada vez mais difícil manter uma relação sem neuras

 

Uma coisa é fato, estamos vivendo a era das redes sociais. Certamente, não seria nenhuma surpresa se daqui um tempo nas cerimônias de casamento, os padres mudassem a tradicional frase final que diz: “Que seja feliz até que a morte os separe”, para: “Que seja feliz até que o Facebook os separe”, provavelmente, muita gente não se espantaria com essa alteração.

Mas afinal, como fazer com que seu relacionamento sobreviva ao momento “Black Mirror” que o mundo atravessa? Segundo John Gottman, americano PHD em relacionamentos, confiança é um dos quesitos mais importantes dentro de qualquer tipo de relação, afinal, no caso de um casal que já se conhece, tem referências um sobre o outro e estão juntos há certo tempo, hoje em dia existe entre eles o WhatsApp, Instagram e Facebook.

Pensando nisso, a coach de Relacionamentos e Sexualidade, Margareth Signorelli, resolveu falar sobre o tema de forma bastante esclarecedora. De acordo com a especialista, se existe confiança, por que sair procurando quem a pessoa curtiu? Quem ela está seguindo ou mesmo se está online no WhatsApp, mas não está falando com você?

A profissional ainda explica, que devido as pessoas terem personalidades diferentes, sempre haverá algo que possa gerar discordância. “Cada vez que ficamos focados na vida do outro e nos deparamos com qualquer coisa que fuja ao esperado, fisiologicamente temos uma descarga de adrenalina e cortisol no nosso corpo gerando estresse. Partindo daí, podemos ter duas reações: nos calar e sofrer ou reagir. Nenhuma das duas é saudável, pois, nos calando estamos negando nossos sentimentos e reagindo estaremos invadindo a privacidade do outro que, caso queira fazer algo fora do relacionamento, o fará de qualquer forma”, orienta.

Devido a isso, a coach separou alguns tópicos muito úteis na vida a dois:

Em primeiro lugar a pessoa cure suas feridas do passado, para não as levar como herança para relacionamentos futuros.

Que busque relacionamentos que lhe tragam paz e acrescente algo positivo.  Não desperte o seu “detetive interior” ou a desconfiança.

Que ela use sua Intuição e, caso “ela” esteja lhe dizendo algo sobre o outro, verbalize seus sentimentos sem medo para o outro. Falar o que a gente sente não é humilhante. Humilhante é ficar investigando a vida do outro, pois, com certeza, pode aparecer algo que não lhe agrade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here