Dia das Mães: 10 dicas de gestação e pós-parto saudáveis

É possível ter a melhora total ou parcial de sintomas da gravidez ao receber orientação e informação

Gravidez, parto e cuidados com o bebê fazem parte de uma fase importante da vida. Com a proximidade do Dia das Mães, em 8 de maio, a TopMed, empresa que é referência em telessaúde e telemedicina, dá 10 dicas, com base nas perguntas mais comuns das mulheres sobre a gestação e o período após o nascimento do bebê. 

De acordo com levantamento do programa “Alô Mamãe”, desenvolvido pela TopMed, 98% das participantes apresentaram melhora total ou parcial de sintomas da gravidez ao receber orientação e informação assertiva da equipe de enfermagem especializada em obstetrícia que compõe o time multiprofissional da iniciativa.

Durante a gestação

A médica Cristina Broilo, Head de Telemedicina e Saúde Digital da TopMed ressalta que o novo momento em que se decide pela maternidade não transforma, automaticamente, uma mulher em uma expert em gestação e nos cuidados com o bebê. “Ao contrário, em geral, são momentos em que mais se acumulam dúvidas sobre assuntos que, até então, não faziam parte do dia a dia”, diz.

Segundo Cristina, entre as principais dúvidas de mulheres no período da gestação ou que acabaram de ter seus bebês estão relacionadas à alimentação durante a gravidez; viagens no período da gestação; prática de exercícios físicos; controle de peso; tipos de parto; vida sexual, etc.

É esse turbilhão de pensamentos, dúvidas e anseios que norteiam o “Alô Mamãe”, programa de saúde da TopMed, voltado para as mamães e seus bebês. “Além de um protocolo bem elaborado de acordo com as diretrizes nacionais e internacionais para o período – nós, na TopMed – nos preocupamos em como acolhê-las nesses seus principais desafios”, comenta Cristina.

Segundo a médica, as perguntas relacionadas ao aleitamento materno, por exemplo, são disparadas as campeãs no ranking das dúvidas. Nesses casos, o programa conta com enfermeiras especializadas em obstetrícia, que realizam atendimentos por vídeo para acompanhar e direcionar sobre a melhor forma, não só de amamentar, mas de tornar aquele momento único e importante no vínculo entre mãe e bebê.

Alô Mamãe

O programa é um serviço de acompanhamento à gestante oferecido pela TopMed às empresas que desejam proporcionar esse benefício às suas colaboradoras. Pode ser utilizado desde o início da gravidez até depois do parto, por 24 meses, período em que as principais dúvidas são sobre cuidados com o bebê. O atendimento é feito por videochamada, chamada telefônica ou chat, com profissionais de enfermagem, psicologia, nutrição e educação física. Além disso, entre as atividades estão videoaulas e rodas de conversa.

“O ‘Alô Mamãe’ não substitui o pré-natal ou o acompanhamento presencial do bebê. Pelo contrário, conscientiza sobre a importância do cuidado dessa fase e de quanto podemos promover saúde com uma equipe multiprofissional associada. Trata-se de um serviço complementar de atenção qualificada e humanizada, que contribui para uma gestação tranquila, um parto seguro e um desenvolvimento saudável nos aspectos físicos, emocionais e nutricionais”, diz Cristina.

Confira a seguir algumas dicas da médica para fazer do Dias das Mães da mulher que acabou de ter seu bebê ou está prestes a se tornar mãe, uma data ainda mais especial.

Gestação

Sentimentos – Não se cobre de sentir o que os outros esperam que você sinta. Viva esse momento de gestação de maneira genuína. Enfrentar os primeiros sentimentos de angústia, medo, ansiedade, etc. é completamente normal. A felicidade dessa fase virá naturalmente, e essa felicidade sem pressa, natural, só fará bem para você e seu bebê.

Pré-natal – Não deixe de fazer o pré-natal! Agende uma consulta com um enfermeiro especialista ou médico de sua confiança. Faça os exames e todas as consultas seguindo as orientações fornecidas. Isso é indispensável como forma de prevenção e cuidados não apenas com o bebê, mas com a mãe também.

Planejamento – Escolha onde e com quem você quer o momento do parto. Desde o local, até mesmo os profissionais envolvidos e seus acompanhantes. Planeje com antecedência e informe às pessoas próximas. Isso diminui a ansiedade e as chances de algo sair diferente do que você sempre quis.

Alimentação – A famosa frase “não coma por dois” é antiga, mas fundamental. Aposte em uma dieta balanceada e completa, mas que não ultrapasse as porções necessárias para o seu corpo e para o crescimento do seu bebê. É importante ter consciência de que todas as suas escolhas e hábitos interferirão na saúde do bebê.

Atividade física – Exceto no caso de uma gravidez de risco – que necessita de cuidados especiais e até mesmo repouso – é aconselhável para gestantes a prática de exercícios leves a moderados. Escolha uma modalidade que você goste e proporcione um momento agradável.

Após o nascimento do bebê

Sentimentos – Entenda sua relação com o bebê. O vínculo entre mãe e filho pode não se formar de imediato e, para as mães de primeira viagem, isso pode ser frustrante e até assustador. Mas entenda que é normal e que, aos pouquinhos, vocês estarão mais próximos. Para isso, passe bastante tempo com o bebê no colo, amamente e seja paciente.

Bebes choram! E muito! – O chorinho do bebê provavelmente irá preocupar no início. Mas lembre-se de que chorar é a ferramenta do pequeno para se comunicar com você e ele vai fazer uso dela todos os dias e muitas vezes ao dia. Aos poucos, você aprenderá a identificar se ele está com fome, se precisa ser trocado, se está irritado ou incomodado – enquanto isso, fique tranquila!

Rede de apoio – Peça ajuda. Ninguém precisa dar conta desse período sozinho. Além da divisão de tarefas – tenha por perto pessoas que você ama para compartilhar informações, angústias, sentimentos e alegrias!

Amamentação – Antes de se exigir sair amamentando naturalmente como se fosse unicamente instintivo, busque informações seguras e de fonte confiável. Informe-se sobre como amamentar e quais problemas podem surgir. O seu médico ou uma doula podem ajudar, assim como os enfermeiros que atendem você no programa Alô Mamãe, no pré-natal ou na maternidade. 

Cuide da sua saúde emocional – Seu corpo pede: alimente-se bem, durma o suficiente, descanse quando necessário, faça os exercícios liberados pelo médico. Mas sua mente também pede cuidado: não se isole socialmente, se permita momentos de lazer e separe três minutos por dia para meditar. Existem muitos aplicativos de meditação guiada que podem ajudar. Seu cérebro também precisará descansar e “esvaziar”. E estar bem será fundamental para que você consiga curtir tudo de bom que ainda está por vir.