Da redação     Imagens: Shutterstock

 

Menstruar é algo muito natural para algumas mulheres, porém, é um pesadelo para outras. Segundo um estudo realizado pela Universidade Estadual de Campinas, 32,5% das mulheres gostariam de não menstruar nunca mais, e 40% aceitariam uma trégua maior que um mês sem passar pelo ciclo. Hoje, esta possibilidade está ao alcance de muitas: o anticoncepcional oral de tradicional uso contínuo, ou as pílulas à base de progesterona, bem como o diu com progesterona e o implante subcutâneo do hormônio. A ginecologista Elisabeth Trezza elencou alguns mitos e verdades sobre o assunto. Acompanhe.

 

1 – Bloquear o ciclo aumenta chances de ter um câncer de ovário ou de endométrio.

Mito. Alguns estudos apontam que a suspensão da menstruação diminui os riscos de câncer de ovário e de endométrio.

2- Ao retomar o ciclo, as chances de engravidar são menores.

Mito. Os anticoncepcionais não afetam a fertilidade.

3- A menstruação pode ser prejudicial à saúde.

Depende. Existem casos em que a menstruação agrava problemas de endometriose ou anemia, mas é impossível generalizar. Por isso, é fundamental fazer exames ginecológicos.

4- O Tratamento para interromper a menstruação é hormonal.

Verdade. A indução de hormônios é a única forma de suprimir a menstruação.

5- Os tratamentos hormonais garantem ausência total de sangramento.

Mito. Nem sempre é possível interromper completamente a menstruação. “Com qualquer um dos métodos, o corpo da mulher irá passar por um período de adaptação ao hormônio administrado. Nesse período ela pode apresentar diversos efeitos colaterais, como cefaléia, náuseas ou metrorragia, mais conhecida como spotting ou sangramento de escape. A grande maioria desses efeitos colaterais melhora após aproximadamente 3 meses do uso do método escolhido”, explica Dra. Elizabeth Trezza.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here