Saiba a idade que é possível oferecer chocolates ao seu filho sem causar riscos à saúde

Por: Letícia Ferreira      Foto: Shutterstock.com

A Páscoa passou, muito chocolate foi recebido e presenteado, mas algumas dúvidas ainda nos persegue, e hoje responderemos a principal delas: Posso dar chocolate para o meu bebê?

As médicas do portal Saúde 4 Kids respondem essa dúvida e esclarecem sobre o paladar do bebê. “O chocolate é recomendado ser oferecido a partir de 2 anos de idade. A maioria dos chocolates é uma adição de cacau, leite, gordura e açúcar. O leite de vaca e seus derivados só podem ser oferecidos após os 12 meses e o açúcar, que é o grande vilão, deve ser dado a criança após os dois anos.”

O paladar do bebê é educado nos primeiros 1.000 dias de vida, que inclui a gestação até os 2 anos de idade, o controle em oferecer doces e chocolates será, na verdade, um treinamento para uma alimentação mais saudável. “Se oferecido precocemente pode causar quadros alérgicos como dermatites, coceiras, rinite e até tosse. O cacau é um alimento altamente energético e rico em antioxidantes. Então, a melhor forma de oferecer o chocolate para uma criança é a versão amarga ou a meio amarga com concentrações de cacau acima de 70% que contém bem menos açúcar, gordura e com mais nutrientes. Nas preparações com chocolate prefira sempre cacau em pó pelos mesmos motivos.”

O nosso paladar já conhece o gosto do chocolate, mas as crianças ainda não, portanto ele não sentirá tanta diferença comendo um chocolate meio amargo. Outras sugestões para comemorar, sem a adição de açúcar, é mostrar o significado das datas e feriados de outra forma, como por exemplo: brincadeiras, histórias, atividades didáticas que realcem o verdadeiro sentido da comemoração.

Veja também