Sem dor de cabeça, saiba como organizar de forma criativa e econômica

Por: Letícia Ferreira      Foto: Shutterstock.com

O chá de bebê é para ser um evento prazeroso e charmoso lembrando da chegada do novo integrante da família, e não um estresse ou preocupação para os pais. Sendo assim, vamos te ajudar nessa organização para que o evento aconteça da melhor forma possível!

A primeira dica é que o chá de bebê aconteça antes das 37 semanas de gravidez, podendo se tornar um momento de descontração, recebimento de carinho e segurança para a futura mamãe.

Sabendo disso, agora vamos usar a tecnologia ao nosso favor e colocar a mão na massa! O Lá Vem Bebê, site de chá de bebê online, preparou quatro dicas importantes para auxiliar nesta tarefa. Confira:

1. Quem convidar?

 

Na reta final da gestação é melhor estar cercada daqueles amigos que acompanharam a gravidez de perto ou os que se mantiveram interessados neste momento tão especial para os pais. Vale também aceitar a ajuda daquele parente ou amigo próximo para auxiliar nos preparativos. Depois de pensada esta lista, a mamãe pode redigir um texto carinhoso e criar um grupo em rede social para avisar os convidados. Assim, sobrará mais verba para a confecção das lembrancinhas e a compra dos quitutes, além da interação online ser mais rápida e dinâmica.

 

2. O que pedir?

 

Ao contrário do que a maioria pensa, a mamãe também pode pedir presentes para ela, além dos itens que espera para o bebê. O Lá Vem Bebê organiza a lista online de forma prática e personalizada, por meio de um site exclusivo, com área para a publicação de um álbum de fotos da gravidez e o compartilhamento dos presentes desejados com os convidados, sem a preocupação de receber algo repetido, já que ao final, a gestante pode receber o valor dos presentes em dinheiro, da maneira como preferir, gastando tudo quando, onde e como quiser.

 

3. Comidinhas e decoração

 

As comidinhas caseiras e artesanais estão alta! Por isso, uma naked cake (torta ou bolo sem cobertura) ou aqueles bolos com sabor de preparo caseiro, hoje vendidos em lojas, vão fazer o maior sucesso para acompanhar os salgados. Os sanduíches, que podem ser acomodados em uma cesta de vime ou ainda a torta que só sua tia sabe preparar são muito bem-vindos. Hoje, basta uma mesa bonita e alguns balões pregados com fita adesiva no teto, para se ter uma decoração charmosa. Está na moda utilização das roupinhas do futuro bebê (dispostas em um varal charmoso, por exemplo) e as fotos da gravidez na decoração. Pense nas cores que você gostaria para sua festinha e abuse da pesquisa na internet para ter ideias.

 

4. Brincadeiras e lembrancinhas

 

As brincadeiras dão o tom de animação do encontro, mas é preciso alguns cuidados na hora de pensar nelas. A coisa mais importante é respeitar o limite físico da gestante, lembrando que a barriga ou pés inchados, podem limitar seus movimentos e que algumas pessoas são alérgicas a determinados produtos como esmaltes. O cuidado também vale para as roupinhas do bebê. Nada de customizá-las com tintas que não sejam para tecido, além de lavar mais uma vez as peças que foram usadas como decoração. E vale pensar em atividades para todos os gêneros. Em caso de chá misto, por que não deixar os homens mostrarem que são capazes de trocar fraldas ou darem banho nos pequenos, usando bonecas?

 

Já para as lembrancinhas: Potinhos de papinha vazios recheados de docinhos ou um chocolate embalado com uma fita bonita são coisas que todo mundo gosta. Na internet, além de muitas sugestões, existem páginas que digitalizam etiquetas ou fotos que podem ser usadas pela mamãe. A montagem das lembranças pode, inclusive, ser um passatempo terapêutico para algumas gestantes.

 

Seguindo essas dicas, basta abusar das inspirações disponíveis na rede e confiar na própria criatividade para montar o evento sem dor de cabeça e com gastos honestos.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here