Exercícios no verão: mais do que água, estação pede atenção com respiração e postura

0

Idealizador do Dois Andares e preparador físico da Seleção Brasileira de vôlei feminino, José Elias de Proença dá dicas para se exercitar no verão

Dias mais bonitos e longos, temperaturas mais altas e aquele entusiasmo de início de ano. Tudo isso contribui para a ideia de que, no verão, as pessoas praticam mais esportes. Seja ao ar livre ou mesmo dentro de academias, no entanto, a estação mais quente do ano exige alguns cuidados específicos.

Algumas medidas já são conhecidas, como beber mais água, usar roupas mais frescas e ingerir comidas mais leves. Porém, o cuidado deve ir além disso, passando por uma maior consciência corporal, que considere aspectos importantes como postura e respiração.

O verão, normalmente, nos leva a um clima de relaxamento: seja na praia ou à beira da piscina, a tendência é ficarmos sentados ou até deitados por mais tempo. Por isso, é preciso ter uma atenção nesses movimentos. “Não posso simplesmente me sentar ou deitar e me abandonar”, explica José Elias de Proença, idealizador do Centro de Esporte, Cultura e Saúde Dois Andares e preparador físico da Seleção Brasileira de vôlei feminino.

“Cada estação tem suas características, que pedem uma atenção mental nossa, que é importante e chamada de consciência de corpo. Perceba a sua respiração, a sua postura”, aconselha José Elias.

No Centro de Esporte, Cultura e Saúde Dois Andares, os alunos aprendem a ter essa consciência e a ter uma prática mais consciente em seus movimentos diários.

Quais exercícios fazer no verão?

Embora não haja uma atividade ideal para o verão, algumas são mais indicadas. “Não é época de atividade intensa. É um período de atividade com moderada e baixa intensidade. No Dois Andares priorizamos essas atividades – aeróbia, alongamentos e atividades de força sem muita carga e de resistência muscular de baixa intensidade“, conta José Elias.

No Centro são oferecidas modalidades diversas, sempre utilizando a metodologia diferenciada criada por José Elias, que é Mestre em Educação Física e Doutor em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano, ambos os títulos pela Universidade de São Paulo. Corrida, caminhada, pilates, condicionamento funcional e personal funcional: todos são pensados para que os alunos tenham essa maior consciência do corpo e da sua importância, sem sobrecarregar o corpo em qualquer aspecto.

O propósito do Dois Andares não é propagar a ideia de “projeto verão”, mas buscar o bem-estar, lutar contra o sedentarismo e aumentar a consciência do próprio corpo, o ano inteiro. “Temos que estar consciente das ações diárias. Queremos provocar essa mudança nas pessoas, uma educação ciente das partes do corpo. A nossa preocupação é oferecer uma proposta crescente de exigências motoras para o desenvolvimento do aluno, trazendo benefícios para o dia a dia e em todas as estações do ano”, afirma.

“O que a gente quer passar é para que a pessoa se conecte, sinta o próprio corpo, e, claro, trabalhe durante as quatro estações. Assim, ficará bem em cada uma delas”, completa.