DIABETES ASSINTOMÁTICA?

Sintomas podem não aparecer e diagnóstico tardio causa complicações

0

Texto: Tatiana Rudigher
Foto: Divulgação

Atualmente, é normal uma mulher passar várias horas sentada, comer mais açúcar e carboidratos do que o indicado, viver de fast-foods e, mais, ser sedentária. Hábitos que colaboram para o desenvolvimento de várias doenças, incluindo o diabetes.

A doença tem origem múltipla decorrente da falta de insulina e/ou da incapacidade de a insulina exercer adequadamente seus efeitos, causando um aumento da glicose (açúcar) no sangue.

Segundo um levantamento feito pela IDF (International Diabetes Federation), o número de pessoas que sofrem com diabetes no mundo já chega a 250 milhões. Se nenhuma medida de prevenção for efetiva, a estimativa é que o número de diabéticos alcance 380 milhões em 2025.

Quando diagnosticada no início, os prejuízos à saúde podem ser evitados com o tratamento adequado. O problema é que, em alguns casos, ela não causa nenhum sintoma, ou seja, a mulher pode ter diabetes por anos sem saber.

De acordo com especialistas, a ausência de sintomas na paciente diabética pode acontecer por causa da instalação lenta e da adaptação da paciente ao excesso de açúcar no sangue.  Por isso, ela pode ter as complicações da diabetes como primeiro sintoma. Afinal, sem saber que sofre da doença, não terá os cuidados necessários com a alimentação e não fará a prevenção das complicações.

Pré-diabetes é diferente!

Diabetes assintomática não é o mesmo que pré-diabetes. No primeiro caso, a pessoa já sofre de fato com a doença, mas não tem nenhum sintoma. Já o pré-diabetes mostra um risco aumentado de desenvolver diabetes somente visto pelos exames de sangue. Essa alteração significa um alerta a paciente para mudar seus hábitos e se prevenir, fazendo com que o risco de ficar diabética diminua nos próximos anos.

No caso de pré-diabetes, se a paciente não for diagnosticada e não for cuidadosa, há uma enorme chance de desenvolver diabetes nos próximos anos. A atenção deve ser redobrada principalmente quando a mulher está acima do peso, tem histórico familiar de diabetes ou teve a doença na gravidez.

Os principais exames para descobrir o diabetes são: glicemia de jejum, hemoglobina glicada e curva glicêmica. Vamos nos cuidar!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here