Cinco atrações para comemorar o Dia dos Namorados

Ar livre, contato com a natureza e visita a monumentos que contam a história do Brasil são algumas das atrações do Parque Caminhos do Mar

Aos casais apaixonados que procuram um programa diferente e original para comemorar o Dia dos Namorados, o Parque Caminhos do Mar, um dos principais destinos de ecoturismo e próximo da capital paulista, é uma opção que irá surpreender o ‘mozão’ no dia 12 de junho, próximo domingo.

Com uma vista espetacular, em meio à Mata Atlântica, o Parque pode ser o destino mais peculiar para os casais de todas as idades e gostos, pois oferece atrações diversas, desde contato com a natureza, visita à monumentos que contam a história do Brasil, a Calçada do Lorena (trilha de pedras por onde Pedro I caminhou para proclamar a indepedência), caminhada pela  Estrada Velha de Santos, e ainda a possibilidade de ver espécies nativas, como bichos-preguiça, quatis e tucanos.

Confira cinco motivos que fazem do Parque Caminhos do Mar o destino de quem quer passar o próximo Dia dos Namorados num programa diferente que irá render muitas lembranças, bons momentos e lindas fotos.

Casais Influencers 

Para os casais que amam a natureza, a ‘Curva do Uau’ é o lugar para eles. Com paisagem de tirar o fôlego, como o próprio nome diz, a curva do UAU é um mirante de onde se pode avistar toda a Baixada Santista, e haja pose e filtro para aproveitar o potencial do local como pano de fundo para fotos, stories e Reels

Casais Historiadores

Para os casais que amam a história do Brasil (e estão interessados em conhecer o circuito da Proclamação da Independência), está no Parque Caminhos do Mar a Calçada do Lorena, trilha de pedras por onde Pedro I passou para proclamar a Independência, em 1822. Construída pelo governador Bernardo José de Lorena a partir de trilhas indígenas entre 1790 e 1792, foi o primeiro caminho pavimentado com pedras entre São Paulo. Também é possível conhecer os nove monumentos construídos ao longo do caminho que homenagearam o centenário da Independência do Brasil. Entre os monitores do parque, estão historiadores que podem explicar mais sobre cada um e tirar dúvidas.

Casais Nostálgicos

Os casais nostálgicos vão amar essa dica! Dentro do Parque Caminhos do Mar, é possível explorar os 8Km da Estrada Velha de Santos, interditada para tráfego de veículos desde 1985. Imagine as fotos de vocês juntos no km 42, trecho mais querido de Roberto e Erasmo Carlos.

Casais Botânicos e Exploradores

Ao invés de só entregar flores no domingo, que tal levar seu amado/amada para conhecer de perto espécies nativas da Mata Atlântica? Área de preservação, o parque permite conferir de perto a biodiversidade da vegetação da Serra do Mar, conhecer espécies e se conectar com a natureza e todos os seus sentidos. Imagine a foto dela ao lado das Begônias, do Jerivá, das Orquídeas (Cattleya purpurata) e da Palmeira de Petrópolis (Syagrus weddelliana)!

Casais Pais de Pets

Não é possível levar seu pet no parque, para própria segurança deles. Mas já pensou garantir uma imagem dessas? Também podem ser vistas espécies como o Tucano de bico-verde, a Jaguatirica, o Caxinguelê, a Irara, o Tiê-Galo e outros. Se vocês derem a sorte de um deles aparecer durante sua visita, vão poder registrar o momento e guardar pra sempre – ou até voltarem ao Parque!

Parque Caminhos do Mar

Para compra de ingressos, acesse: www.caminhosdomar.com.br

O parque funciona de 4ª feira a domingo, e também em feriados, das 8h às 17h. Os preços dos ingressos, sem desconto, custam R$ 40 (4ª e 5ª feiras) e R$ 50 (6ª feiras, sábados e domingos). Além de escolher qual a distância quer percorrer o visitante pode contar com um serviço de van que o leva de volta em diferentes pontos da trilha, por R$ 30 por pessoa.

Para os interessados em fazer o passeio da trilha da Cachoeira da Torre, é necessário agendar a visita com três dias de antecedência junto ao Parque Caminhos do Mar, por meio do e-mail caminhosdomar@parquetur.com.br ou pelo número de WhatsApp (11) 97279-5616. Todo o percurso é realizado apenas com agendamento e, obrigatoriamente, com a presença de um monitor do parque, para a segurança dos visitantes.