Ana Maria Santos lança em São Paulo, na quinta-feira, 28 de novembro, “Santo Desejo”, seu terceiro e mais pessoal livro, reunindo nove contos ficcionais ambientados no universo da sexualidade feminina. O lançamento do livro com sessão de autógrafos acontece às 18h30 na Livraria Saraiva do Shopping Eldorado, na capital paulista.

Após uma incursão pela novela policial em “De Volta à Escuridão” e pela não-ficção no best-seller “Polícia Federal – A Lei é Para Todos”, escrito em parceria com o jornalista Carlos Graieb, a autora dedica-se ao gênero de contos em seu terceiro livro. Mais do que a mudança de formato, na nova obra, Ana Maria inova ao trocar o macro por histórias intimistas inspiradas em sua observação do universo feminino.

A ideia do livro foi gestada em abril do ano passado, quando Ana Maria almoçava com quatro amigas num restaurante paulistano. Como já havia acontecido antes, o papo enveredou para a narrativa de aventuras sexuais e outros causos apimentados e, por vezes, engraçados, vividos pelas amigas e conhecidas.

“Eu disse a elas: ‘A gente tem que escrever um livro com essas histórias!” Uma das minhas amigas respondeu: ‘A gente, não, quem escreve aqui é você.’ Eu fiquei com aquilo na cabeça,” relata Ana Maria.

A autora passou os meses seguintes escrevendo contos centrados em protagonistas femininas envolvidas em histórias fascinantes, sempre ambientadas no universo sensual e erótico. São situações ficcionais, embora dois dos nove contos sejam inspirados em duas amigas que estavam no tal almoço no ano passado.

Alguns contos descambam para o humor, como, “Meu primeiro vibrador”, no qual a vovó Cida e a sua neta Fernanda discutem os atributos de vibradores, num encontro inusitado num sex shop. Outros são tragicômicos, como, “O amor manda e tem pressa”, em que uma mulher que engordou muito durante a gravidez hesita em voltar a ter relações sexuais com o marido.

“De certa forma, ‘Santo Desejo’ faz um contraponto ao feminismo extremo em voga,” ressalta Ana Maria. “A gente precisa dar o nome certo para cada situação. Assédio, violência e agressão são bem diferentes de paquera e sedução.”

Mesmo antes do lançamento oficial, “Santo Desejo” já despertou o interesse de produtores interessados em transformar as histórias numa série para televisão. A negociação para a aquisição dos direitos do livro está em curso.

E antes que alguém pergunte, Ana Maria esclarece com bom humor: “Calma pessoal, não é um livro autobiográfico. São histórias ficcionais.”

Serviço

Lançamento e sessão de autógrafos de “Santo Desejo”

28 de novembro de 2019, a partir das 18h30.

Livraria Saraiva – Shopping Eldorado