Marca de moda brasileira representa o país em prêmio sustentável

0
moda sustentável

Moda: La Loba, bolsas sustentáveis e veganas, vai representar o Brasil no Prêmio Latinoamérica Verde na categoria Produção e Consumo Sustentável

A La Loba bolsas sustentáveis e veganas, fundada pela empreendedora Kaline Demarchi, de 31 anos, está entre os 500 melhores projetos selecionados do mundo todo para representar o Brasil no Prêmio Latinoamérica Verde, na categoria Produção e Consumo Sustentável, que acontecerá neste mês entre os dias 21 e 25 de agosto, tendo sua premiação no dia 24, na cidade de Guaiaquil, no Equador. A La Loba é a pioneira na produção de bolsas sustentáveis e veganas no país.

Em toda a América Latina, foram escolhidos projetos socioambientais totalizando dez categorias, que são: Água, Florestas e Flora, Biodiversidade e Fauna, Desenvolvimento Humano, Inclusão Social e Redução da Desigualdade, Energia, Finanças Sustentáveis, Gestão Urbana, Gestão de Resíduos Sólidos, Oceanos e Produção e Consumo Responsáveis. Todas são inspiradas no cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

O foco da premiação é desenvolver um mundo sustentável, seguindo diretrizes de políticas públicas, recuperação e uso sustentável de recursos, energia limpa, novas tecnologias e gerenciamento adequado de resíduos. A La Loba foi uma das escolhidas para concorrer ao prêmio, pois adota práticas sustentáveis em todo o seu ciclo de produção: não usa nenhum insumo de origem animal, substituindo-os por materiais alternativos e sustentáveis; compensa o carbono através do plantio de árvores no Amazonas e todo o material utilizado é reciclável.

moda sustentável

BOLSAS SUSTENTÁVEIS

Natural de São Paulo e formada em artes cênicas, Kaline é autodidata e sempre teve sua veia artística aflorada. Tudo começou a partir de sonhos recorrentes que tinha com design de bolsas e então, há seis anos, decidiu colocá-los no papel e transformá-los em realidade. Nessa época, começou a fazer patchwork e a confeccionar manualmente as bolsas. Foi aí que encontrou sua nova paixão! Antes do lançamento da grife, descobriu muitas possibilidades de materiais alternativos e a escolha por um produto vegano foi algo natural, pois sempre acreditou que, por amor, não utilizaria nenhum material de origem animal em suas criações. Em 2014, fundou a La Loba bolsas sustentáveis e veganas.

A empresária não apenas sonha por um mundo sustentável e desenvolvido, ela faz acontecer. Em apenas cinco anos, conquistou selos reconhecidos para a sua marca. Foi a primeira empresa de moda nacional a ter seus produtos registrados pela Vegan Society, que adquiriu em janeiro do ano passado. Também foi certificada pelo LAV Animal Free (principal organização italiana de defesa dos direitos dos animais) e pelo PETA (maior ONG em defesa dos animais do mundo).

Prezando por um comércio justo, ela inova no mercado da moda com práticas sustentáveis, livres de crueldade animal e acredita que é essencial uma mão-de-obra valorizada e remunerada de forma honesta – toda a sua produção é feita no Brasil, em uma fábrica certificada. Substitui materiais de origem animal, por materiais alternativos, sustentáveis, reciclados e recicláveis, como o laminado vegetal, produzido a partir do látex natural extraído das seringueiras, matéria prima biodegradável e vegana.

A cada bolsa fabricada, o CO2 produzido no processo é compensado através do plantio de árvores em áreas degradadas na Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Uatumã, localizada na região nordeste do Estado do Amazonas. Ou seja, todas as emissões de gases do efeito estufa (GEE) derivados de todas as atividades são quantificadas, por meio de inventário de carbono, e seguida de uma compensação no meio ambiente, chamada de neutralização do carbono. Isso a fez adquirir o selo CO2 Neutro.

Tendo em foco o meio ambiente, Kaline também se preocupa com o descarte de suas embalagens, que sempre foram feitas de material reciclável; por isso, firmou uma parceria com a empresa New Hope Ecotech. A iniciativa cria mecanismos e tecnologias para fomentar a atividade de reciclagem, no Brasil e em diversos outros países, assegurando que todas as embalagens postas em circulação tenham sua compensação garantida, eliminando qualquer impacto ambiental negativo.